terça-feira, 6 de dezembro de 2011

O Bêbado e o Corredor

Esta é a história do Joca, e também a história do Neto.
O Joca, um corredor nato. Segue religiosamente as rotinas de treino, faça chuva ou sol. Compromissos - só se for possível acomodar o treino.
O Neto, um alcoólico consciente típico. Vive em luta constante fugindo do primeiro gole, mas uma vez vencido, passa semanas continuamente embriagado, 24 horas por dia até que o organismo já não permita que ele consiga sequer sair da cama para a próxima dose.

O Joca segue uma alimentação muito bem equilibrada, enquanto o Neto come torresmo, coxinha, ovo cozido, enfim, o que estiver no balcão do boteco. O Joca acorda cedo e procura ter uma rotina adequada a um atleta, o Neto dorme de acordo com o nível de álcool, se estiver baixo corre a procura da próxima dose para não ter abstinência, além de fumar compulsivamente.

O Joca é maratonista, e com seus 61 anos faz 10Km em incríveis 47 minutos. Já o Neto mal consegue andar em linha reta. O Joca é prestativo, amigo, companheiro e em paz com a vida, já o Neto não respeita nada além da sua própria vontade, magoando a todos que o amam, minando os alicerces das amizades mais fieis.

Domingo, Airton Senna Racing Day. Quis o destino que o Joca e o Neto estivessem juntos, em uma só pessoa. Isso mesmo, lá estava o cambaleante Joca Neto em uma de suas crises de alcoolismo, mas insistindo em correr as duas voltas do revezamento que faria com os meus irmãos.

Ainda que não esteja mais treinando com a assessoria, o Foca e sua equipe de professores amorosamente o acolheram na tenda, prestando os cuidados que uma pessoa naquele estado necessitava. E como sempre olhando para a sua integridade e o melhor para o Joca, o impediu de correr. Sabemos como um ébrio pode ser chato e recalcitrante, mas ainda assim conseguiram que ele não participasse da prova.

Deixo meus agradecimentos ao Foca e aos professores pelo apoio que foi dado ao Joca, e fica nossa torcida para que ele possa em breve se recuperar de mais essa crise e volte a correr de verdade.

10 comentários:

Lilo disse...

Muito bem colocado Wagner, esse foi realmente nosso sentimento na prova. Parabéns

Conscientização Social disse...

Pois é... Por isso que te admiro tio! Não poderia existir destreza melhor em sua explicação. Vc só esqueceu de mencionar a força de vontade, mais não a força de vontade de correr, e sim a de viver e ser feliz...
Parabéns! Te amo tiooo!!
Reinaldo

Lilian disse...

Uma luta diária, uma triste realidade!!!Estamos torcendo sim para que ele "Joca Neto" volte com a garra e determinação de quando treina, mas que esse treino seja para vencer a si mesmo diante essa doença.

Iara disse...

É isso aí cunhado, bem colocadas as suas palavras e espero sinceramente que um dia,e que este esteja muito perto, que o Joca vença o Neto de vez.
Mais uma vez parabéns pelo texto e ao agradecimento feito ao Foca e professores.

Beijos
Iara

Anônimo disse...

Maninho, obrigada pela força, vc me fez chorar sabia??
Seu texto está muito bom, Parabéns,espero que ele leia e reflita muito.
Sou a pessoa mais interessada para que ele seja somente o JOCA o que eu conheço, carinhoso e amoroso com todos, são 22 anos de luta contra esse maldito vício, mas a esperança é a última que morre, vamos torcer para que ele tenha mais força de vontade e mais fé, que ele consiga.

Obrigada ao Foca e toda sua equipe, a Jana que me ligou lá do autódromo.
Obrigada pela paciencia de todos.
bjs.
Eliana

Corredora Feliz disse...

O alcoolismo é uma doença muito triste, pois vemos pessoas que amamos afundando, e a impotencia que sentimos é o pior. Mas seu post mostrou que tem muita gente que não desiste de ajudar e isto é o mais importante. Tenho certeza que o Joca se sobreporá ao Neto e esta historia terá um final feliz.
A voce parabéns pela corrida e por este belo post. Já estou te seguindo, quando der passe no meu blog, ficarei feliz, mais ainda.
Abraços

Fábio disse...

Wagner te desejo um Feliz Natal e que 2012 seja repleto de paz, saúde, felicidades e realizações, que a chama da corrida continue sempre forte, e que vc possa desfrutar de muitas largadas e chegadas...

Abs

Fábio
www.42afrente@blogspot.com

Corredora Feliz disse...

Desejo a você e toda sua família, Feliz Natal e que em 2012 sejam superadas todas as metas, batidos todos os recordes para que assim tenhamos um ano cheio de paz, amor, saúde e felicidades. Obrigada pelas palavras de carinho e incentivo durante 2011, e em 2012 continuemos “firmes e fortes” nessa corrida maravilhosa que é a vida.

Marcelino ULTRA disse...

Estou visitando seu blog e o convido a visitar o meu.
Já sou seguidor de seu blog, faça igual, acesse o meu e me siga, também não esqueça de linkar minha página a sua para receber minhas atualizações.
Confira:
www.marcelinoultra.com

Abraços,
Cristiano Marcelino.
ULTRAMARATONISTA.

Anônimo disse...

Olá, gostaria de enviar um e-mail a você. Para qual posso mandar?
anapaula.todisco@xcomunicacao.com.br

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br