quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Choque de Realidade

O dia foi 17 de Janeiro de 2010. Mais uma prova de 10Km para o currículo, e a certeza que eu entraria no meu melhor ano nas corridas. Eu mal desconfiava que essa seria a última vez no ano que eu estava calçando um tênis de corrida.

Depois da cirurgia no Polegar, e do diagnóstico de artrose no quadril esquerdo (agravada pela síndrome de impacto ) fiz a cirurgia artroscópica no quadril para solucionar o problema do impacto, que teve sucesso absoluto.
Esta semana completei cinco meses de pós cirurgia e eu estava muito ancioso pelo retorno ao médico, a espera da alta para poder voltar a correr. Depois de duas horas de conversa no consultório, e no dia seguinte ter uma segunda opinião exatamente na mesma linha, eu tomei um choque de realidade, estes são os fatos:

- Artrose é uma doença crônica degenerativa. Ou seja, não tem cura e nunca melhora, só piora.
- Não existe no mundo nenhum tratamento, procedimento, droga ou terapia que comprovadamente regenere o tecido da cartilagem.
- A corrida acelera e muito o processo degenerativo na articulação já acometida pela artrose, podendo inclusive ter sido a causa da lesão.

Com base nos fatos acima, a conclusão é que um dia eu certamente vou ter que colocar uma prótese no meu quadril. Pode ser com idade avançada ou pode ser daqui há alguns anos, vai depender do meu comportamento de agora em diante. Um agravante é que a prótese não é para a vida toda, ela tem prazo de validade (cerca de 10 anos) e a cirurgia para trocá-la pode ser extremamante traumática, existem casos em que o paciente simplesmente não pode fazer a troca por não possuir tecido ósseo para fixar a nova prótese. Portanto, embora pareça ser inevitável no meu caso, quanto mais tarde melhor.

De qualquer forma ainda não estou de alta para correr, o médico quer que eu perca peso (de 8 a 10 quilos) e fortaleça ainda mais a musculatura, mas mesmo colocando essas duas condições, ele ainda me desaconselha fortemente a voltar a correr.

Diante disso estou dando adeus ao sonho de um dia cruzar a linha de chegada dos 42.195, e nunca mais vou fazer uma meia-maratona, a São Silvestre ou as provas de 10 milhas. Enquanto trabalho na perda de peso tenho que decidir o que fazer, meu fisioterapeuta me sugeriu mudar de esporte e praticar ciclismo, forte, com uma assessoria. Eu sinceramente ainda não sei, ainda estou assimilando o choque. Mesmo que me dedique a corrida leve apenas uma vez na semana, para complementar o ciclismo, acho que sempre vou ficar preocupado por estar acelerando o processo da artrose.

Não é fácil, a paixão pela corrida é tão grande que mesmo com todos os fatos ainda não estou decidido a parar. O que eu sei por enquanto é que 2010 se foi, e com ele meus planos de voltar a correr em outubro.

15 comentários:

Anônimo disse...

Oi Wá!

Você não tem ideia de como entendo sua dor. Esse tb foi um ano extremamente ruim para mim no esporte. Pratiquei 7 anos de karatê até meu tornozelo e joelhos irem pro saco. Abandonei o esporte da minha vida... mas consegui achar amor em outros esportes (musculação e corrida). Espero que vc consiga o mesmo.

beijos,
Helena

Bernadete disse...

Amigo Wagner,

Início de nova fase. Vamos partir para outro esporte, comemorar a vida e curtir os novos desafios. Nossa estrada, como os percursos de corrida, não é uma reta. Às vezes precisamos encarar uma subida dura ou curvas bem chatinhas, então devemos mudar a estratégia, sem nunca perder a alegria, porque estamos vivos, temos muito amor prá distribuir e uma família que precisa de otimismo todo os dias.
Pronto, agora dê o pontapé inicial para um novo desafio. A vitória é certa!!!! bjs
Bernadete de aquino

Anônimo disse...

Wá, meu amigo!

Na vida passamos por muitos momentos difíceis e estamos sempre fazendo escolhas, então, neste momento, faça o que considerar melhor pra vc, pensando tanto no presente quanto no futuro!
Confiemos que o melhor sempre nos acontece e, se for sua escolha, certamente encontrará prazer em outro esporte porque o que nos move é a endorfina na veia e a alegria de superar nossos desafios!
Cuide do seu corpo, sinta-se bem e tenha certeza que eu e toda a família Foca and Friends estaremos do seu lado, pois nossa amizade trancende a prática da corrida!

Bjos carinhosos,
Dri Kovacs

CARLOS KUBO disse...

Wagner
Não sou bom com as palavras, mas mesmo assim, gostaria de deixar aqui o desejo de que você encontre a melhor forma de vencer este obstáculo. Wagner você sempre será um Friends em qualquer modalidade de esporte que escolher, porque é um VENCEDOR e isso é que me faz te admirar muito.
Abração amigo
Kubo

Anônimo disse...

Oi Wagner:
Encare como uma nova etapa da sua vida. É um desafio transpor esse momento difícil, mas tenho certeza que você vai superar. Você tem uma força de vontade e fé que são inabaláveis que são a essência desse vencedor que muito admiro. Sempre estarei torcendo por você e conte comigo porque você é um FRIEND.
Um grande abraço.
Lícia

Willy disse...

Putz Wagner isso não é fácil mesmo hein......Eu fui o maior incentivador para você correr e fico muito chateado com essa situação, mais tenho certeza que você vai encontrar outra atividade esportiva que não prejudique o seu corpo. Bola pra frente meu irmão, vamos achar alguma coisa super interessante você vai ver.

Ana disse...

Wagner,

através de um site de pesquisa (procurava sobre baropodometria) encontrei seu blog, depois de ler a matéria pela qual cheguei aqui, procurei seu último post.
Lamento a fase que vc está passando e compreendo essa frustração, no ultimo final de semana torci o tornozelo e ontem depois da RM recebi a notícia de que rompi 1 ligamento e um outro nao deram essa certeza,estou também afastada das corridas nao sei por quanto tempo (eu que começei a correr em junho deste ano. e em saber que neste mes de novembro me inscrevi para correr todos os domingos........ enfim, é preciso assimiliar os percursos da vida....... Talvez o ciclismo, se vc está liberado para ele, possa ser uma alternativa prazeirosa.

Um grande abraço.

Ana

Alex Dahlke disse...

Olá, Wagner!

Dê uma passada lá no meu blog, que tenho um selo para te presentear. Está no meu segundo blog, que uso para divulgação de meu livro.

Abração!

O endereço é
http://axiomasparavida.blogspot.com


Alex Dahlke
Blog "Doido por corrida"

Vamos Correndo disse...

Bom dia! Legal seu blog. Também sou corredor, tenho um blog e agora também uma marca de camisetas temáticas para corredores, a Vamos Correndo. São camisetas em tecido tecnológico 100% poliamida e com estampas voltadas para corredores de rua.Aparece por lá. O site é o www.vamoscorrendo.com.br. Valeu!

Joka disse...

Volta a postar man !!!!!!kkkkkkkkkkkk Feliz Natal uhuuuuuuuuuuuu

Sati Kaos disse...

Ola.
Fiquei triste ao ler esse post, acontece coisas assim na nossa vida que são um grande susto, mas que tbm servem pra abrirmos os olhos pra outras perspectivas de vida.

Artrose é realmente muito perigoso, e mais do que correr vc deve ter em visa que ainda vai viver muito tempo com esse corpo, e o melhor é que seja com qualidade.

Se é que posso dar alguma dica, o yoga ajuda muito em casos de artroses, uma pratica suave acompanhada de um bom professor pode impedir que o quadro avance, além de proporcionar uma melhor tonificação dos músculos, que ira proteger as articulações.
Além de disso vc pode descobrir ai uma nova paixão.

Boa sorte
Namastê

jacques disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Marcela Lima disse...

Olá, Wagner!! Cheguei ao seu blog por meio do post sobre baropodometria (excelente, por sinal) e resolvi conhecer um pouco mais do seu blog. Foi aí que me deparei com este post... lamento muito pelo que está lhe acontecendo, mas queria lhe dizer pra não desistir da sua paixão pela corrida. O blog, certamente, é uma das facetas dessa paixão. Invista nele, compartilhe sua experiência e seu amor por esse esporte. Vai ser muito bom pra você e pra nós. Força! Abraços e boa sorte!!

Anônimo disse...

OI Wagner...Cara confesso que fiquei ate emocionado com seu depoimento ai, pois estou mais ou menos na mesma situação que vc..Tenho 38 anos, jogo futebol desde os 15..Tenho dores no quadril direto, ja fiz umas 3 RM e sai pouca coisa, ja recebi indicação de artroscopia, mas nao senti firmeza...Gostaria de saber se seu gluteo doia ou era só a virilha, se sua lesao acusou na Rm ou se vc teve que fazer a artroRM? E se vc pode me indicar um especialista no assunto, pois em tds q fui nao senti firmeza...se puder me ajudar

Cara, força ai, nao desista, acho que se correr mais devagar, umas 2 x por semana ou uma x que seja , fazer um belo dum fortalecimento ai..da pra correr mais alguns aninhos ai, sei que é muito dificil, mas vamo levando como Deus quer...

Meu email é fabiomotor@bol.com.br

abrço
Fabio Bonout

Anônimo disse...

Para anônimo,
A dor de artrose de quadril se estende da nádega até o joelho, podendo ainda, se estender por todo o trajeto do nervo ciático, chegando à planta do pé, que foi o meu caso. Além da dor na virilha. Fiz artroscopia há 70 dias e estou sentindo muito bem, dormindo em posições q há anos n dormia. Sem dores noturnas, enfim, recomendo o procedimento. Realizei em BSB - DF. contato james_sarue@yahoo.com.br

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br